Kevin Spacey, em meio a acusação de assédio, assume ser gay: ‘Aberto e honesto’

Hollywood tem vivido momentos de escândalo após as denúncias de assédio contra Harvey Weinstein, produtor poderoso da indústria cinematográfica norte-americana. Desde que os casos ganharam destaque, muitas celebridades tomaram coragem para relatar situações de abuso e assédio enfrentadas no passado. Dentre elas, Jennifer Lawrence, obrigada a ficar nua na frente de mulheres magras por uma produtora. Agora foi a vez de Anthony Rapp. Hoje com 46 anos, o ator da série “Star Trek: Discovery” revelou que foi assediado por Kevin Spacey, estrela de “House of Cards”, quando tinha 14 anos.

Anthony Rapp relata assédio: ‘Estava tentando me seduzir’

Em entrevista ao “Buzzfeed News”, no domingo (29), Rapp lembrou o encontro com Spacey em 1986. Na época, com 14 anos, o ator estava em uma festa na casa do astro. Entediado, ele subiu para o quarto de Spacey e ligou a TV. Mais tarde, o intérprete de Frank Underwood na série da Netfix, cujo salário é maior que o de Robin Wright, chegou alcoolizado. “Ele me pegou como um noivo pega sua noiva. Mas, eu não gostei, mas inicialmente pensei ‘o que está acontecendo?’. Então, ele deitou sobre mim. Ele estava tentando me seduzir… eu estava ciente que ele estava tentando me ter sexualmente”, revelou.

Kevin Spacey pede desculpas: ‘Tenho respeito e admiração por Anthony’

Em seu Twitter, na madrugada desta segunda-feira (30), Spacey pediu desculpas a Rapp, mas alegou que não lembra do ocorrido: “Tenho muito respeito e admiração por Anthony Rapp como ator. Estou mais do que horrorizado por ouvir essa história. Eu honestamente não me lembro desse encontro, que deve ter acontecido há mais de 30 anos. Mas se eu me comportei da maneira que ele descreve, eu lhe devo as mais sinceras desculpas pelo que teria sido um comportamento embriagado profundamente inapropriado. Sinto muito pelos sentimentos que ele revela ter carregado com ele durante todos esses anos”.

Ator assume ser homossexual após acusação: ‘Escolhi viver como homem gay’

Na rede social, Spacey aproveitou para assumir a homossexualidade: “Essa história me encorajou a falar sobre outros aspectos da minha vida. Sei que há histórias sobre mim circulando por aí, e algumas delas foram alimentadas pelo fato de eu sempre ter sido são cuidadoso com minha privacidade. Como as pessoas mais próximas de mim sabem, eu tive relacionamentos com homens e mulheres. Eu amei e tive encontros amorosos com homens durante toda minha vida, e agora eu escolhi viver como um homem gay. Quero lidar com isso de maneira aberta e honesta, e isso começa comigo examinando meu próprio comportamento”.

Denúncia de assédio motivou campanha no Brasil

Em março, a figurinista Su Tonani acusou José Mayer de assédio sexual. No blog “Agora É Que São Elas”, do “Jornal Folha de S. Paulo”, a profissional relatou que foi assediada nos bastidores da novela “A Lei do Amor”. Após a queixa vir à tona, artistas da TV Globo iniciaram a campanha “Mexeu com Uma, Mexeu com Todas” contra assédio sexual. Com a repercussão do caso, a emissora carioca adotou um novo manual de conduta para evitar novas denúncias de assédio na empresa.

(Por Tatiana Mariano)
Fonte:Purepeople

Share